Tuesday, September 4

Queria poder estar contigo todos os dias e fazer cada um desses dias mais especial que o anterior. Poder aliviar cada tristeza com um abraço teu, e fazer de conta que eras o meu pai a abraçar-me como quando eu tinha 5 anos. Poder dizer-te ao ouvido que te amo cada vez mais baixinho para que o tenha de repetir mais e mais vezes. Queria que sorríssemos os dois, um com o outro, e que o ruído de fundo fosse o som das ondas do mar onde tantas vezes te abraçavas a mim para mergulharmos. Queria que ficássemos na praia a ver o pôr-do-sol e que me acordasses pouco depois de nascer. Queria. Queria poder sentir outra vez o calor dos teus dedos entrelaçados nos meus e o sabor a pêssego dos teus lábios sempre colados aos meus. E queria que os nossos olhares continuassem a bilhar um com o outro. Os nossos olhares. Oh os nossos olhares, eternos e fieis. E nossos. Queria. Queria-te. Comigo.

1 comment: