Monday, November 19

Hoje apetece-me escrever assim, para mim, para ti, sem ponta por onde pegar. Se calhar nem isto faz sentido. Há coisas que passam na nossa vida como um vai-vém, a que nós não damos a mínima importância, há outras que aparecem nos momentos exactos, quando menos esperamos, quando estamos felizes e serenos, quando é fácil verem o nosso sorriso e o brilho dos nossos olhos. São essas coisas que nos fazem sorrir, acreditar no valor da vida. Eu sou assim quando aparece alguém novo na minha vida. Sei que estou errada, mas gosto de pensar neste feeling que só aparece nas luas cheias ou quando o sol se põe e as gaivotas voam à minha frente. Agora ando assim, a sonhar com o impossível. Isto não faz sentido.

1 comment:

  1. Os nossos sonhos nunca são impossíveis querida, só temos de lutar por eles. E, acredita, a distância não quer dizer nada. Dá uma chance, pelo menos, à amizade :)

    ReplyDelete