Friday, December 28

É com lágrimas a escorrerem-me pela face que escrevo isto, que entrego a minha alma e o meu coração a um dia que marca uma pessoa tão maravilhosa como tu. Desde sempre que foi um dos meus pontos fracos, porque não consigo aceitar a morte, a dor do meu pai, dos meus tios, as injustiças da vida. Neste dia e no dia em que faleceste, choro, por ti. Tenho uma ligação tão forte contigo sem te ter conhecido. Permites que te trate por 'tu' avó? Voltar atrás no tempo e conhecer-te era o que eu mais queria. Poder abraçar-te e dizer que tenho orgulho na pessoa que és, agradecer-te por tudo o que sempre fizeste pelos teus filhos, dizer-te que estou contigo para lutarmos juntas contra a tua doença, dar-te força e tudo o que podia para que sobrevivesses. Hoje queria  poder dar-te um abraço forte de parabéns. A vida não é justa e partiste cedo demais. És a minha estrela, e espero que me guies toda a vida. Quando não tiver forças para lutar, vou lembrar-me de ti e da pessoa que eras. Queria ter a esperança que nos conseguisses ver, que conseguisses sentir que deixaste cá muitas pessoas que gostam de ti e que cuidam da tua memória como se estivesses connosco. Fiquei com um bocadinho de ti, o melhor de mim. Sei que um dia vou abraçar-te, vó. 

No comments:

Post a Comment