Tuesday, March 19

Estava à procura de uma foto com o meu pai e encontrei esta foto, tirada por mim, num dos melhores dias da minha vida. Não devia sê-lo... mas marcou-me. Todas as mínimas coisas, novidades, sorrisos, brilho nos olhos. Está tudo tão vivo em mim. Um pecado. Assusta-me o facto de me lembrar de tudo, de me lembrar de ti, de sentir o meu coração a bater mais depressa só porque falam em ti ou porque vejo alguma coisa relacionada contigo. Parece que ainda sinto os teus dedos nos meus, o teu abraço que me aquecia, o cheiro do teu perfume. Não posso. Não podemos. Não queria nada estar a escrever isto, mas tenho necessidade de libertar esta energia. Até quando é que vai mexer comigo sempre que vejo uma foto tua?

3 comments:

  1. que lindo post, tão sentido :/ já me senti assim.

    ReplyDelete
  2. Ohh linda :)
    Que texto tão sentido

    ReplyDelete