Friday, May 24

Só queria andar feliz e na boa com as minhas amigas, sem medo de te encontrar, sem medo que me trates com indiferença. Por mais que tente não consigo entender-te, não consigo entender o porquê de me ignorares, o porquê de, um momento para o outro, deixares de me falar. Eu já tentei esclarecer as coisas, já te disse que não tinha segundas intenções contigo, que falava contigo por gostar do que dizes. E é verdade. Eu achava-te diferente dos outros rapazes, achava que não és daqueles que só sabe dizer que uma rapariga é boa e nem uma conversa consegue ter. Achava. Mas não posso achar mais nada. Tu não falas comigo e finges que nunca falaste. Sem eu te ter feito mal nenhum.

No comments:

Post a Comment