Monday, June 24

Esta noite estive a ver álbuns antigos de fotografias, e tanto prazer me dá. Chorei e ri. Famílias, gerações, amizades, sentimentos, que recordaremos para sempre nesta passagem pela vida.
Nunca vi amor tão bonito como o dos meus pais. Pessoas tão felizes como eles. Tempos tão diferentes. História única, e tão bonita. Tiravam fotografias a toda a hora, a todos os sítios por onde passavam, de todas as maneiras, sozinhos ou os dois, escreviam cartas, escreviam poemas, guardavam como lembrança postais e bilhetes de comboio. Talvez seja isto o amor verdadeiro. Olhares profundos e sorrisos felizes recordados em fotografias com quase trinta anos.

"para que os olhos recordem o que o coração um dia pode esquecer. desta sempre tua, tua, tua..."

1 comment: