Thursday, August 29

Preciso de voltar a correr contigo na praia à noite,de sentir contigo a areia e a água gelada nos meus pés, preciso de sentir adrenalina, preciso de acordar e adormecer ao teu lado, de partilhar comida contigo, de aturar as tuas crises de mau feitio, de esperar por ti tempos sem fim, de te ver a dançar em frente ao espelho, de cantar contigo, de ser sincera contigo, de te ouvir, de te dar abracinhos e beijinhos, de aprender contigo, de ouvir os teus conselhos, de seguir os teus passos, de voltar a aprender contigo que a vida vai além de uma simples situação, de sentir a dor da máquina da depilação ou da pinça, de sorrir contigo, de ouvir as tuas gargalhadas. De estar contigo. Connosco. Somos uma combinação perfeita. Tão diferentes, mas tão iguais. Espero que saibas que morro de saudades tuas. Do fundo do coração.

Bateste mesmo cá dentro. Acabei de escrever isto a chorar.
Farta de mendigar o que não se exige, de acreditar no que não existe, de sorrir pelo que me faz ficar triste. Farta de querer agradar a quem não quer ver, de gostar de quem não sente, de planear o que não é desejado mutuamente. Farta de acreditar no que não existe, farta de sofrer sempre pelo mesmo, farta de todos partirem. Farta de ser a amiga fixe dos rapazes sem que me vejam de outra maneira. Farta de falar com o coração. Hoje bati lá no fundo.

Monday, August 26

Na vida: haverá tantas barreiras, tantas escolhas, tantos muros altos para saltar, tantos labirintos para encontrar a saída. Tantas poças de água. Outras de lama. Tantas botas sujas e roupas encharcadas. Tantas dores de cabeça e sorrisos forçados. Tantos dias em que nos sentimos mal vestidos ou despenteados. Tantos sapos para engolir, tantos apertos no coração, tantos olhares cansados. Mas haverá sempre alguma coisa que compensa tudo isto. Um sorriso, um olhar, um cheiro, uma pessoa, um local. Memórias de dias felizes, de momentos inesquecíveis, de pessoas boas e irremediavelmente belas. Amo a vida, amo viver. E ser feliz.

Saturday, August 24

Fazes-me ver o mundo com outros olhos, fazes-me sorrir só de olhar para ti, tornas-me uma criança, aventuras-me. Fazes-me acreditar que a amizade existe, que ainda há pessoas boas, que ainda há sentimentos verdadeiros sem interesses pelo meio. Fazes-me feliz. Estes dias foram a maior prova disso. Desde a nossa conversa de ontem à noite, ao "karaoke" em plena rua, a acabarmos a correr e a cantar na praia à noite. Não me imagino sem ti. Não quero imaginar.

Friday, August 16

Gostava de acreditar que não percebeste o que a minha amiga quis dizer. Gostava de acreditar que foi um mal entendido, que não foi simplesmente desinteresse. Mas não acredito. Acho que já não acredito em nada. Ninguém fica. Nunca ninguém ficou.

Thursday, August 15

Não sei se preferiste não tentar ou se foi simplesmente desinteresse. Mas sei que aprendi que um rapaz nunca pode influenciar o nosso estado de espírito. A vida continua. E eu estou feliz. Sem ti.

Saturday, August 10

 
Nem tenho palavras para descrever a última semana. Se houve um minuto em que eu parasse de sorrir, foi muito. Tenho a melhor família e os melhores amigos do mundo. E agora dou (-vos)mais valor que nunca. Que mais posso pedir? Não consigo arranjar palavras que descrevam o que sinto neste momento e o quanto eu estou grata por todas as palavras de carinho e de amizade que recebi. Talvez daqui a uns dias, quando cair em mim. Preciso de tempo para amar cada um de vocês. Maravilhosos momentos, guardados para sempre. Sinto-me completa. Cada vez mais.

Tuesday, August 6

São sete da manhã em ponto quando escrevo estas palavras. Estou pronta para uma viagem de cinco horas rumo ao Gerês. É lá que vou festejar com a minha família o meu aniversário (amanhã) e ver as paisagens mais bonitas do nosso país - dizem. Depois mostro-vos. Até daqui a uns dias. Quando cá voltar já completei 17 anos de vida ehehehe

Monday, August 5

A despedir-me dos 16 anos, só desejo que o ano que se adivinha seja tão bom como o que passou. Nem tenho palavras para explicar o que sinto quando olho para estas fotografias onde estão, para sempre, guardados momentos, alegrias, sorrisos, sentimentos, amizade. Energias positivas para este ano. Muita saúde, amor e amizade. E estas pessoas maravilhosas na minha vida.
Depois de um dia de reflexão, vou sonhar. Porque sonhar é tudo o que me liga a ti.

Friday, August 2

Nestes dias tirados para descansar, longe da poluição sonora, da confusão da cidade e dos ciúmes entre amigas (ou porque almoço com uma, ou porque durmo com outra), ando a viajar numa (aparente) nova paixão. Nova não, mais intensa. Tenho aprendido a saborear cada palavra das folhas gastas, pela maresia, do meu livro. E amo-o. Tem-me ensinado a viver. A amar. A crescer. Tenho já uma pilha de livros em lista de espera.
Não sei de onde vem esta enorme paixão pelas letras, por ler, por escrever, por expressar o que sinto e dar-me às pessoas de coração, mas sei que a tenho. E espero continuar a ter. Toda a vida. Até que a minha vista me deixe ler a última palavra. Ler acalma-me a alma.